As cartas de Elise


    

     meu dorso arranhado pela tua barba propositadamente mal feita. veludo. teus sinais na minha coluna vertebral, visceral, vigorosa. teus pêlos faciais em sintonia com meus poros eriçados e assanhados. calafrio e aflição. desejo de roubar eternamente pra mim o que é meu de fato, no ato... de quatro, eu; de joelhos, você; e paira no tempo e no espaço, uma oração, um mantra repetido e repetido incessantemente até a nossa purificação. reza profana. pecado sagrado. oferenda aos teus pés, eu. tontura e vertigem. galgas em mim e eu danço qual índia, chamando a tua chuva. doce (de)leite. fartura. tuas mãos na minha anca, minhas pernas na tua pelve. sincronia, simbiose, sal e suor. sofreguidão e sede. veneno, vinho, vodka, valium. em declive, você; em aclive, eu, ladeira acima. íngreme desejo da pele. vontade anelante e ansiosa de escorrer por entre teu desejo e envolver teu membro. gozo e prazer brincando com nossas entranhas. aridez liquefeita no encontro das águas. nossas águas. bentas.



 Escrito por Elise às 16h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




    

      (Rodin: Cupido-Psique)

      No entre, no todo, no tanto, no tudo

      e enquanto e porém e contudo, todavia,

      no entanto, no muito, no pranto, no riso

      e afinal, na coragem e na covardia :

 

      : É tua minha sede, meu sumo, suor,

      meu sal, meu desejo, meu ventre e meu peito,

      minha mão no teu dorso, meu sangue, meu siso,

      meu lar e meu sempre, minha pátria e meu leito.

 

      Tanto mais que ontem, sou tua, agora,

      em pele, em poros, em pêlo, arrepios...

      em entrega, em corpo, em carne e certezas,

      em alma e embaraço, loucuras e desvarios.

 

      Inteira e toda, absurdamente entregue,

      em cor e contraste, desnuda, vestida,

      sou tua, és dono, de mim, o posseiro,

      no azar e na sorte, na morte e na vida.

 



 Escrito por Elise às 16h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




     

 

       A vontade é de beber-te

       em goles sôfregos

       e desesperados,

       saciar a sede

       desse teu corpo úmido

       em tragos trôpegos

       mas obstinados,

       enquanto tua língua

       me tinge toda

       dos vermelhos

       escarlateantemente safados

       que guardas em tua boca.

 

       A tua saliva,

       o teu sumo etílico

       me embriaga

       de tal forma, amor,

       que te faço elixir

       das minhas abstinências

       e te bebo,

       sorvo

       e engulo....

       ...e então, teu hálito bordeaux

       cabe(rnet) em mim

       qual sopro rubro,

       e leveda para sempre,

       me(rlot) deixando todo o teu sabor noir.

 



 Escrito por Elise às 12h51
[   ] [ envie esta mensagem ]





 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Cinema e vídeo, Livros, Fotografia, Música, Internet.
MSN - elise2004@uol.com.br
Histórico
  01/12/2013 a 31/12/2013
  01/07/2013 a 31/07/2013
  01/02/2013 a 28/02/2013
  01/06/2012 a 30/06/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/11/2008 a 30/11/2008
  01/10/2008 a 31/10/2008
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/03/2008 a 31/03/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004
  01/06/2004 a 30/06/2004
  01/05/2004 a 31/05/2004


Outros sites
  A vida por diversos ângulos...
  Angel of Silence - Che Vianna
  Avesso do Avesso - vol. 2
  Blogalizando
  Casa de solteira
  Coisas do Chico
  Converse com a Cherry
  Cores Humanas
  Enquanto isso
  Eu inverso
  Feita em versos
  Identidade de um eu.
  It is all about girls... or men
  Jornal de meia-tigela
  Loba
  Meu nome é Gal!
  Minhas entrelinhas
  Mulher de mau humor
  Nada é por acaso
  No meio das águas
  Nonato - Poesia e jornalismo
  O canto mais escuro e sem sentido
  O fio das palavras
  Palimpnóia
  Poesia & Cia
  Oceanos e desertos
  Ponto Gê
  Poros e Cendais
  Sem pé nem cabeça
  Primeira Viagem
  Sombras e Sonhos
  Sombras e Sonhos 2
  Turn chaos into art
  Verso & prosa encadeados
  Voando pelo céu da boca
Votação
  Dê uma nota para meu blog